Mundo Minga

Da Minga ao Movimento Cooperativo | De Montemor-o-Novo ao Mundo

Sobre a Minga

Procuramos produtores

Procuramos produtores

Continuamos à procura de produtores de hortícolas, leguminosas, cereais, flores, aromáticas, árvores e especialmente de fruta. Tem um vizinho que não sabe o que fazer aos excedentes? Conhecem um hortelão no vosso bairro que ficou sem canal de escoamento de produto? Sabem de quem deixe as laranjas ou limões cair ao chão porque ‘ninguém as quer’? Nós queremos!

Novos cooperadores: Terracrua Design

Novos cooperadores: Terracrua Design

A Terracrua Design é um colectivo de consultoria e design que actua profissionalmente desde 2015 na prestação de serviços especializados em aconselhamento, planeamento, implementação e gestão de projectos ecológicos regenerativos. Aliam os princípios da permacultura às várias áreas da engenharia convencional e procuram novas formas de lidar com o território e paisagem. Podem conhecê-los através do blog do projecto, página de Facebook ou através desta entrevista.

Alimentar boas práticas

Alimentar boas práticas

Saiu, em formato digital e livre, o livro Alimentar Boas Práticas: da Produção ao Consumo Sustentável, uma publicação do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa. Este livro, coordenado pela Cecília Delgada, surge para responder a muitas ânsias actuais. Documenta 46 iniciativas que oferecem uma visão (não exaustiva e numa exposição leve) das acções, projectos e programas em curso em Portugal. Aqui podem conhecer projectos como o PROVE, a Fruta Feia, Kitchen Dates, a Wakeseed, a HortaFCUL, o Bons Sons, o Terra Jovem e também a Cooperativa Integral Minga. A ler aqui.

Cooperativas integrais e o modelo Minga

Cooperativas integrais e o modelo Minga

No dia 18 de Abril, às 11h, o Jorge Gonçalves apresentou o modelo das cooperativas integrais num live stream.
Partilhou conhecimento e questões teóricas e práticas sobre a criação de cooperativas integrais, enquanto alternativas concretas ao sistema organizativo predominante. Temas abordados foram a economia solidária, decrescimento, como observar um território e sonhar a sua sustentabilidade económica, social e formas de comunicação e envolvimento da comunidade.

Alterações de horário da loja

Alterações de horário da loja

A fim de cumprir com as recomendações e medidas decretadas para o comércio, a Loja da Minga passou a funcionar no horário de 9h-13h e 14h-17h, e o acesso à mesma é restringida a duas pessoas de cada vez. Existe, dentro da capacidade de resposta na loja, a possibilidade de fazer uma encomenda prévia por telefone (266 098 354) para depois a vir recolher.

Casa Branca, Agora

Casa Branca, Agora

No dia 29 de Fevereiro voltamos a encontrar-nos em Casa Branca com a população e outros interessados, com o intuito de partilhar os vários projetos em curso. Às 17h estão bem-vindos para uma conversa em regime de mesa posta (onde cada um é convidado a levar algo para partilhar), na Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Casa Branca. Este encontro pretende promover a troca de opiniões com todos os presentes na fundamentação das ideias e planos em curso.

É preciso decrescer para viver melhor?

É preciso decrescer para viver melhor?

No dia 8 de Fevereiro a Rede para o Decrescimento veio de visita a Montemor-o-Novo para conhecer as iniciativas e pessoas que trabalham no território. De manhã estivemos no Mercado para nos conhecer a todos. Seguiu-se um almoço KM0 preparado pela Dona Olinda, no Café Tobias. A tarde foi dedicada aos temas do decrescimento e cuidado nas iniciativas locais, com base no trabalho de investigação desenvolvido pela socióloga Graça Rojão.


Tem alguma notícia que pode interessar à Minga? Contacta o Grupo de Comunicação!